16 de abr de 2012

CONTO - A luta - Vida de um militante.

 NOTA DO MONTANHA: Comecei a escrever esse conto, vou postando aos poucos, criando aos poucos, eh uma estoria longa...esses primeiros posts serao so para iniciar. Vou contar a estoria de um militante politico brasileiro, como eh a vida de um militante. Suas paixoes politicas e amorosas. Me ajudem com ideias. no email: gustavo_historia@hotmail.com



''A Luta - Vida de um militante.''

Capitulo 1 - O reencontro


Muitos anos se passaram,
ela estava diferente, linda como sempre,
mas diferente.
Nao sei, senti um ar de mulher forte,
meio contraditoria em relacao a ultima vez.
Era tao delicada e fragil.
Agora vejo uma autoridade.
A vida urbana muda as pessoas.
Ela estava diferente, mas linda como sempre,
Desceu a escadaria da radoviaria toda recatada,
salto, saia, blusa, pernas, bolsa, pernas, linda, salto, saia, mini saia, pernas, que pernas...
Que pernas...
Se aproximou.
- Oi!!! .Falou e me abracou, abraco de saudade, forte como seu ar de mulher.
 Nao para de me abracar...nao para. O corpo senti o que a mente tanto lembrava.
- Que saudade de voce Monica!

Salmo - 1

Meus ouvidos viraram fone da minha mente.
Escuto alto o que grita a cabeca.
A boca reproduz o que persoadiz, me diz...que voce nao parou e escutou?
Se nao refletiu?
Tudo virou raiva!

Sua raiva alimenta minha alma.
Combustivel para viver!

----Use tudo que for negativo para fortalecer seus sonhos!

3 de abr de 2012

Esquizofrenia social

Tudo é tudo
O que pensamos sobre tudo
Criamos um mundo
Com nossos pensamentos absurdos
Ganância,
Ambição,
Sede de poder.
O ´´ser´´ desvalorizado pelo cotado ´´ter´´.

Viramos cria da nossa criação
Vendemos liberdade
E compramos ilusão
Esquizofrenia social
Imaginado mundo da nossa mente animal.


Viramos cria da nossa criação
Vendemos realidade
E compramos alienação
Aneurisma social
Dilatação anormal de nossa artéria animal.

Cego e surdo
Nossos pensamentos estão mudos.
Calados pelo mundo
Dos nossos pensamentos absurdos.
Humanidade,
Sistema e
O Deus que é para crer
A fé valorizada pela divindade ´´ter´´

2 de abr de 2012

Madruga de hoje

O sono não vem, mas cansado estou...
Muito cansado de tanto me cansar...
Da labuta...de controlar a conduta.
De ser o que não sou...
Um personagem que a necessidade criou...
Personalidade que o sistema padronizou...e aceita...
E se não aceitar sou excluído, segregado, abafado,
Calado, escondido, corrompido, seduzido a me entregar.
Me entregar porque?
Tenho tanto a dizer...
Tenho tanto a criticar...
Tenho tanto a questionar...
Tenho tanto...
Tenho tanto...
Tenho tanto ´´tantos´´
Que são dificilmente aceitos...por não soar gostoso aos ouvidos iludidos.

Mas tanto quanto for necessário não vou me entregar, mesmo se for
Excluído, segregado, abafado,
Calado, escondido, corrompido,
seduzido a me entregar.

Não vou me entregar!
Jamais...NUNCA!

O sono não vem, mas cansado estou...
Muito cansado de tanto me cansar...
Da labuta...de controlar a conduta.
De ser o que não sou...
Reproduzindo a madrugada de ontem no hoje.

Mundo voraz (Desafio aceito)

Ouvi! Em bom tom
E vorazes o mundo veloz
Desperta e lute!
Os ventos que sopram,
O universo que conspira,
Ruas, avenidas, todo
O barulho urbano,
Me inspirando a viver.
Em sagrados ritmos e estranhos rituais
Vivo a vida urbana desse mundo voraz.

Senti! Com forte dor
E realidade o mundo veloz
Lute e vença!
Os objetivos são futuros,
A batalha é no presente,
Passado, passou, todos
Os caminhos na mesma direção,
Arrependimento somente se não arriscar
Com sagrados amigos e estranhos rituais
Vivo a vida urbana desse mundo voraz.

Ouvi! Senti! no fundo da alma
O mundo me chamar,
Gritar o meu nome
´´Venha, faça e seja´´
O mundo veloz
Me fez um voraz desafio
E eu aceitei!

Estágios urbanos Diários

A noite...
O melhor estágio do dia
É quando extravasamos a agonia
Que os dias de sol nos traz.
O fim...
O melhor momento da semana
É quando da loucura busco o aroma
Que artificialmente me traz a paz.
O inicio...
O melhor estágio do mês
É quando sinto outra vez
A sensação de recomeço.
O ano...
É o fim de alguns planos
O inicio de novos planos
Que me traz a loucura agonia
De ser feliz na tristeza de viver
O dia-a-dia da minha cronológica
Rotina de vida urbana.
Escrevo assim, pois é fim de semana e estou sobre o efeito do aroma que artificialmente me trouxe a paz.

Rápida Reflexão Sobre meu Amor

Se não é amor
O que será?
Se não é amor
Como pode ser?
Se não é amor
É o mais próximo
Do que se pode chegar!

Se não é amor
É o mais longe
que meu coração pode chegar.
Esse amor me faz continuar
Lutar...Pois tenho motivo para lutar
Você...
Simplesmente você.

Simplesmente você

Sem você
É impossível viver,
Pois no mundo
Estou para te ter (entorpecido)
Ter!
Ter!
Ter sempre você!

Sem você
A liberdade existe
Pois seu mundo
Me aprisionou (entorpecido)
Preso!
Preso!
Preso em você!

Com você
Tenho tudo na mão,
Pois seu mundo
Criou-se na ilusão (entorpecido)
Iludido!
Iludido!
Iludido por você!

Com você
Vendo minha existência,
Pois no mundo
Meu suor é moeda (corrompido)
Moeda!
Capital!
Ar que eu respiro
Mundo que abomino
Simplesmente por ter
Que ter você!